Pontos Turísticos

O Que Fazer em Natal – RN | Top 10

Descubra O Que Fazer em Natal - Rio Grande do Norte

No guia de hoje fizemos uma seleção de O que Fazer em Natal – RN | Top 10, para incluir no seu roteiro, se você tiver pouco tempo para fazer um tour em Natal, pode ser difícil escolher o que conhecer tudo na primeira visita, por isso fizemos essa breve seleção de lugares.

As opções de passeios em Natal são diversas e são as principais atividades para fazer por lá, por isso vale a pena se informar sobre as opções que você mais tem vontade de fazer antes mesmo de viajar. Dessa maneira você poderá organizar seu itinerário de forma a deixar alguns dias para curtir a própria cidade e outros para fazer os passeios e conhecer as redondezas da capital.

Alguns passeios em Natal podem ser feitos por conta própria, mas outros devem ser feitos com agências e, claro, em especial aqueles com o buggy, meio de transporte que é marca registrada entre os turistas. Não deixe de incluir na programação uma visita ao Litoral Norte, que é realmente incrível, e uma visita ao Cajueiro de Pirangi, uma árvore impressionante.

Mercados de Artesanato de Natal

Para quem gosta de artesanato e delícias nordestinas, como, por exemplo, cachaça, licores, castanhas, pimentas e bolo de rolo, saiba que há vários locais para comprar estes tipos de produtos em Natal.

Em Ponta Negra, o Mercado de Ponta Negra é um dos lugares com localização mais conveniente para os viajantes.

Ainda no bairro, mas na Avenida Engenheiro Roberto Freire, que fica a três quadras da orla, há o Shopping do Artesanato Vilarte Ponta Negra e a Feirinha de Artesanato de Ponta Negra.

Outra opção, na Praia dos Artistas, o Shopping do Artesanato Potiguar é mais um local que garante as comprinhas deste gênero. Como está um pouco distante do burburinho de Ponta Negra, os passeios que vão para o norte do estado costumam parar neste mercado quando retornam a Natal.

O Que Fazer em Natal

Praia e Parrachos de Maracajaú

Uma das atrações mais cobiçadas para fazer em Natal é visitar suas piscinas naturais, que no Rio Grande do Norte são chamadas de parrachos.

A sete quilômetros da costa da Praia de Maracajaú, no município de Maxaranguape (65 quilômetros de Natal), os Parrachos de Maracajaú são uma boa pedida tanto para quem quer fazer snorkeling como também mergulho com cilindro.

Além de duas horas de mergulho com máscara tendo como base uma plataforma flutuante, o passeio aos Parrachos de Maracajaú oferece tempo livre para curtir a praia de mesmo nome em ponto de apoio que inclui piscina, o  Parrachos Praia Clube.

Além disso, há um passeio extra opcional de buggy ou quadriciclo até a Praia de Caraúbas, que tem um belo visual onde o rio encontra o mar.

Ainda assim, vale destacar: as piscinas naturais em Maracajaú são fundas, sendo que muitas vezes pode não dar pé para os visitantes (mesmo na maré baixa). Consequentemente, a visibilidade da água pode ser influenciada por este motivo.

Portanto, se você prefere locais com águas mais rasas, a próxima dica do que fazer em Natalatenderá melhor à sua preferência. Ainda assim, a beleza dos Parrachos de Maracajaú é incontestável e a estrutura de apoio aos viajantes é mais ajeitada.

Por fim, como este é um passeio que depende da maré baixa, saiba que o horário de saída varia dia a dia.

O Que Fazer em Natal

Passeio pelas Dunas de Genipabu

O passeio de buggy pelas enormes dunas de areia de Natal é a grande atração da cidade. O que é compreensível, afinal, durante este tour visitamos cenários dignos de filme.

Apesar de haver muitas dunas espelhadas pelo território do Rio Grande do Norte, a atividade que se tornou figurinha carimbada nos roteiro em Natal é a que vai até o Parque Turístico Ecológico Dunas de Genipabu, localizado no no município de Extremoz, a 23 quilômetros de Natal.

Os passeios saem por voltas das 9hs da manhã e a primeira parada de cinco minutos para foto é na Praia da Redinha, ainda em Natal, mas na zona norte.

Depois desta primeira etapa é que a aventura realmente começa e se segue para as Dunas de Genipabu. E, no caso, o roteiro inclui paradas para fotos na Lagoa de Genipabu e na Praia de Genipabu.

Além disso, também há um pit stop para os mais corajosos que quiserem escorregar pelas dunas em uma espécie de ski-bunda, ou voar de tirolesa com aterrisagem m uma lagoa.

Por fim, também há outras duas paradas mais extensas para banho e almoço: na Lagoa do Pitangui e na Praia do Jacumã.

O Que Fazer em Natal

Encantos do Litoral Sul | Passeio das Águas

O Passeio das Águas, também conhecido como Encantos do Litoral Sul, leva os turistas para conhecerem alguns dos principais pontos turísticos do Rio Grande do Norte.

O tour começa no Centro de Lançamento da Barreira do Inferno, que é uma base da Força Aérea Brasileira para lançamentos de foguetes e possui uma área de visitação.

Em seguida, o próximo destino é o Cajueiro de Pirangi, considerado o maior cajueiro do mundo e que tem mais de 100 anos de idade e cobre uma área de 8.500 metros quadrado. A taxa de visitação é de R$ 10,00 e é paga à parte quando chegar no local.

Outra parada rápida realizada durante o passeio é no mirante da Praia da Tabatinga, que ostenta um dos visuais mais lindos da região.

Por fim, a aventura continua para as duas paradas mais longas do dia, onde os viajantes podem se refrescar em água do mar, água de lagoa, e almoçar refeições caprichadas: Praia de Camurupim e Lagoa de Arituba.

Com areia clarinha, água azul e protegida por um arrecife, a Praia de Camurupim é uma das mais lindas do Rio Grande do Norte e se parece com uma piscina de tão calma. Na minha opinião, é aquele tipo de lugar que valeria a pena voltar apenas para dedicar um dia inteirinho de frente o mar.

Não muito longe dela, a Lagoa de Arituba completa o passeio com água doce e oferece ainda uma estrutura digna de fotos na beira da lagoa.

O Que Fazer em Natal

Rota dos Nativos

Uma alternativa ao Passeio das Águas é o Passeio Rota dos Nativos, um tour ainda mais completo do que o primeiro.

Além de incluir todas as atrações do Passeio das Águas, a Rota dos Nativos inclui na programação a visita à lagoas de águas hidrotermais, à Lagoa do Carcará e termina o dia acompanhando o pôr do sol do alto de dunas.

Outro detalhe é que a Rota dos Nativos é realizado em veículos 4 x 4, e o Passeio das Águas em vans ou micro-ônibus.

 

City-Tour em Natal

A primeira coisa que você precisa saber é que este é um passeio que tem bastante variações de itinerário, a depender da agência. Portanto, se houver alguma atração que você faça questão de visitar, confirme se ela, de fato, está na programação.

De modo geral, os passeio começam na região das praias urbanas de Natal, pelos arredores da Fortaleza dos Reis Magos, e seguem em direção à vizinhança da Ribeira, que é o modesto bairro histórico da cidade.

Depois, o passeio leva os viajante até uma das construções mais modernas da capital potiguar, a Arena da Dunas, estádio de futebol que foi sede da Copa do Mundo 2014.

Por fim, os passeios costumam voltar para a região de Ponta Negra e finalizam o dia na Praia de Cotovelo, onde o tempo de parada é suficiente para almoço e banho de mar.

Mais uma vez: apesar deste ser o roteiro mais usual realizado pelas agências, alguns itinerários podem ser diferente. Algumas rotas, por exemplo, incluem no passeio a Barreira do Inferno e o Cajueiro de Pirangi.

O Que Fazer em Natal

Parrachos do Rio do Fogo e Punaú

Há controvérsias sobre seu nome. Embora as operadoras de turismo divulguem como Parrachos de Perobas, em referência a Praia de Perobas, que fica no município de Touros, os moradores da cidade de Rio do Fogo afirmam enfaticamente que aquele pedaço em alto mar deveria levar o nome deles.

No caso, o lugar é o mesmo: aquela velha e boa piscina natural com águas mansas, rasas e azuladas. Por conta destas características, considero o passeio aos Parrachos do Rio do Fogo mais aproveitável do que o tour que leva os viajantes aos Parrachos de Maracajaú. Se tivesse que escolher apenas um para conhecer em Natal, eu optaria por este.

Depois de visitar a grande atração do dia pela manhã, depois do almoço a programação segue no Punaú Praia Hotel, uma espécie de hotel fazenda às margens do Rio Tatu, bem no seu ponto de encontro com o mar.

Além de curtir banho no rio e na praia, o hotel oferece outras atrações, como passeio de quadriciclo e voo de helicóptero, ambos pagos à parte no próprio local.

Por depender da maré baixa para conhecer as piscinas naturais, o horário de saída de Natal é confirmado às vésperas do passeio.

O Que Fazer em Natal

Passeio para Pipa

Situada no município de Tibau do Sul, a 85 quilômetros de Natal, a Praia da Pipa é apaixonante em todos os sentidos.

Para começar, sua faixa de areia é belíssima e está ao lado de outras praias tão lindas quanto ela própria, como, por exemplo, a Praia do Amor, Praia Baía dos Golfinhos e a Praia do Madeiro.

Sua cena gastronômica é outro destaque que conquista os viajantes. Impossível caminhar pela sua avenida principal, a Baía dos Golfinhos, e não se encantar com a decoração dos estabelecimentos, e claro, com o sabor das delícias servidas.

Para terminar o dia, engana-se quem pensa que Pipa é uma praia pacata. Pelo contrário. Depois de mais um espetáculo que é a despedida do sol, bares e restaurantes começam a abrir as portas e, alguns deles, só fecham com o raiar do dia.

Tenha em mente, porém, que a Pipa festeira só é possível conhecer dedicando ao menos uma noite na cidade – preferencialmente em um final de semana.

Aos viajantes que forem fazer o passeio bate-volta desde Natal, que é perfeitamente viável e passa pelos principais pontos turísticos à luz do dia, ficará faltando conhecer a outra face de Pipa.

No geral, os tours de um dia de Natal à Pipa incluem as seguintes paradas: Praia de Tibau do Sul (para banho), Praia do Madeiro (para banho), centrinho de Pipa (para conhecer as lojinhas) e Mirante do Chapadão da Praia do Amor (para fotos).

O Que Fazer em Natal

Passeio para Galinhos

Provavelmente um dos passeios em Natal menos buscados pelos turistas, a aventura até Galinhos, 170 quilômetros ao norte da capital potiguar, pode se revelar uma grata surpresa de férias.

Embora seja um bate-volta cansativo devido à longa distâncias a ser vencida, Galinhos é uma região com cenários tão lindos que você certamente não se arrependerá das horas na estrada.

Além de aproveitar as praias, passeios de barco e de buggy também completam o roteiro de muita tranquilidade afastado do agito.

O Que Fazer em Natal

São Miguel do Gostoso | Bate-Volta

Poucos lugares fazem tão jus ao nome quanto São Miguel do Gostoso. Localizada a 100 quilômetros de Natal, esta cidade é um refúgio com belas praias e uma tranquilidade incomparável.

É verdade que o passeio bate-volta desde Natal não dá a oportunidade de curtir ao máximo a vibe sossegada desta região. No entanto, já dá pra conhecer alguns pedaços de areia e ficar morrendo de vontade de voltar.

Por conta da longa distância a ser percorrida o passeio sai bem cedo de Natal. E atenção: a maioria das agências oferecem saída apenas uma vez por semana.

Além de conhecer praias da cidade, o tour faz paradas no Quilômetro 0 da BR 101 e na Cachaçaria Urca do Tubarão.

Para os esportistas, fica a dica: essa parte do litoral do Rio Grande do Norte é famosa pelas condições ideais para a prática de Kitesurf e Windsurf.

O ponto de apoio em São Miguel do Gostoso pode variar de agência para agência. Porém, muitos acabam ficando na Praia Ponta de Santo Cristo, mais especificamente no quiosque Jack Sparrow´s.

Por fim, alguns tours ainda podem incluir o deslocamento para ver o pôr do sol na Praia de Tourinhos.

O Que Fazer em Natal

Ponta Negra | Outras Praias Urbanas

A Praia de Ponta Negra é o pedaço de areia mais movimentado da área urbana de Natal. Dona da principal rede hoteleira da cidade, essa é a vizinhança onde o viajante encontra tudo o que precisa a uma curta caminhada.

A orla de Ponta Negra, principalmente o trecho mais próximo ao inconfundível Morro do Careca, é abarrotada de bares, restaurantes, sorveterias, lojinhas e comércios em geral.

A praia em si é bonita e vale a pena gastar um dia por lá. Inclusive, é o local onde se come e bebe mais em conta de frente para o mar, pois durante os passeios os preços são mais inflacionados.

Procure se informar, no entanto, sobre o horário da maré baixa, pois quando está alta não dá nem mesmo para ficar na areia.

Se estiver com o roteiro apertado e não tiver como dedicar um dia todo por aqui, aproveite as horas livres nos dias de chegada e partida para aproveitar essa praia.

Outras Praias 

Se você gostaria de atividades para fazer em Natal com pouco dinheiro, um bom plano é explorar as demais praias urbanas da cidade. Isso porque, dessa forma você poderá se locomover por conta própria, sem precisar contratar nenhum tour.

É bem verdade que estes pedaços de areia não são tão encantadores quanto as praias mais afastadas. Porém, não deixa de ser uma possibilidade para quem está com o orçamento mais apertado.

A cinco quilômetros de Ponta Negra, depois de atravessar toda a Via Costeira, inicia-se uma faixa de areia onde estão a maior parte das demais praias de Natal: Praia de Areia Negra, Praia dos Artistas, Praia do Meio e Praia do Forte. Todas elas são praias urbanas, sendo que em algumas há uma boa oferta de quiosques na areia.

Ao chegar à Praia do Forte aproveite para visitar outros dois pontos turísticos de Natal: a Fortaleza dos Reis Magos e a Ponte Newton Navarro. Com disposição para atravessar à ponte, você chegará ao Mercado Público da Redinha e à Praia da Redinha. E, a três quilômetros do mercado se encontra o Aquário de Natal.

Outra possibilidade de praias de Natal para o seu roteiro independente são a Praia de Cotovelo e a Praia de Pirangi. Apesar de ambas pertencerem ao munícipio de Parnamirim, estão situadas a apenas 13 quilômetros de Ponta Negra.

Além disso, entre estas duas praias está uma das atrações mais famosas de Natal: o Cajueiro de Pirangi, considerado o maior cajueiro do mundo.

O Que Fazer em Natal

Veja também → Pontos Turísticos em Gramado

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo